Você conhece a Birmânia?

12:26

Não lembro de ter conhecido a Birmânia no meu ginásio ou segundo grau. A escola trazia ao nosso conhecimento os países de maior importância ou que já tiveram alguma relevência histórica fundamental para conhecermos o mundo de nosso tempo. A Birmânia, portanto, estava longe destas alternativas.

Mianmar ou Birmânia, todos conhecemos hoje. Vemos sua tragédia na televisão, nos impressos, na internet. Hoje estima-se que até 100 mil pessoas estejam mortas devido a passagem do ciclone Nargis e à rapida elevação das águas no rio Irrawaddy. Entendemos que as grandes tragédias acontecem nos países mais miseráveis e não sejamos ingênuos de acreditar em falta de sorte.

Como não me conformei com minha ignorância, recorri aos jornais e internet para descobrir mais. A União de Mianmar, como a Índia, era uma colônia inglesa. Em 1948, após uma sangrenta invasão japonesa durante a Segunda Guerra, conseguiram sua independência e, nos anos 60, um golpe militar deu fim a um governo democrático. Esta ditadura foi deposta nos anos 80, dando lugar a outra, que perdura e dificulta surrealmente a chegada de ajuda internacional no país.


Mianmar fica entre a Índia, Tailândia e China e, como acontece em alguns países onde a miséria não se pode esconder, há quem se revolte e faça a diferença, acarretando num Prêmio Nobel da Paz, uma mulher, Aung San Suu Kyi. Depois de uma prisão domiciliar por cinco anos e agora com as liberdades ainda restringidas, a filha do responsável pela formação das Forças armadas no país antes de sua independência e assassinado antes de sua efetivação, Aung San, Suu Kyi exerce forte influência no povo no que condiz às liberdades e abertura política de seu país.

In The Quiet Land(By Daw Aung San Suu Kyi)

In the Quiet Land, no one can tell
if there's someone who's listening
for secrets they can sell.
The informers are paid in the blood of the land
and no one dares speak what the tyrants won't stand.

In the quiet land of Burma,
no one laughs and no one thinks out loud.
In the quiet land of Burma,
you can hear it in the silence of the crowd

In the Quiet Land, no one can say
when the soldiers are coming
to carry them away.
The Chinese want a road; the French want the oil;
the Thais take the timber; and SLORC takes the spoils...

In the Quiet Land....
In the Quiet Land, no one can hear
what is silenced by murder
and covered up with fear.
But, despite what is forced, freedom's a sound
that liars can't fake and no shouting can drown.



Um país de tanta beleza e história, de maioria budista e com tantas etnias sofre em mais uma ditadura que se perdeu no tempo. O surto político generalizado em seus governantes acarreta em mais e mais vítimas a cada momento, o empecilho a ajuda internacional é sem sentido, bem como a apatia das entidades internacionais em deixar acontecer e a proibição da mídia em se apresentar, como acontece no país das Olimpíadas e em Cuba. Soube há pouco que foi permitida uma chegada de aviões com suprimentos vindos da Itália. Que esse seja o começo e que culmine no fim dessa situação surreal. Que a sensibilidade dessa mulher e das pessoas que estão com ela ajudem a levantar o país.

HISTÓRIAS SEMELHANTES

1 comentários

  1. Eu so conhecia dos jogos de ABC.... pq ali tambem valia de tudo, era cada jute fenomenal! =)

    ResponderExcluir

Contato | Parceria

Nome

E-mail *

Mensagem *